Conheça a Trend


O negócio de T.I., de maneira geral, nasceu como um serviço fundamental para todas as empresas, justamente em decorrência do desenvolvimento e popularização da informática no mundo todo. Hoje não conseguimos mais lembrar dos tempos em que a informática era algo futurista e de domínio das forças armadas e grandes corporações. As gerações mais recentes convivem com a tecnologia com a mesma naturalidade que os mais antigos lidaram com suas ferramentas de trabalho de escritório, como as famosas máquinas de escrever.

Saudosismos a parte, hoje, não é mais possível sobreviver sem a utilização da tecnologia. Somos obrigados a utilizá-la, mesmo sem perceber. No cenário corporativo essa dependência é ainda mais evidente. À medida em soluções tecnológicas e sistemas de gestão, controle e análise tornaram-se indispensáveis para que uma empresa seja competitiva, a demanda por profissionais de T.I. e por empresas de desenvolvimento de sistemas gerou uma mentalidade equivocada sobre o papel do T.I. nos outros segmentos e, principalmente, como este serviço deveria ser prestado.

Foi criada tendo em vista um desejo muito claro de seus fundadores e que se tornou a missão da empresa: “Ser uma empresa diferente do que o mercado está acostumado”. A Trend nasceu com o objetivo claro de não ser apenas mais uma empresa de T.I. e sim servir como referência de como o cliente deve ser tratado e como o serviço deve ser prestado.

Esta visão pode parecer contraditória, já que, normalmente, os times de T.I. vendem uma ideia que qualquer iniciativa de qualquer empresa deve girar em torno da tecnologia, do hardware e do software. Todavia, se o core de toda empresa fosse seu departamento de tecnologia, não seria possível jamais que uma empresa terceirizasse tal departamento. Essa ideia é o principal causador da grande distância entre o departamento de T.I. e as áreas produtivas que existe hoje em muitas empresas e é motivo do grande choque de objetivos quando se decide realizar um projeto que envolva tecnologia.

Por isso o desafio da Trend é muito grande, pois ao mesmo tempo em que procura seguir o s mais elevados padrões de desenvolvimento de software e governança de T.I., de forma a ser aprovada pelos mais rigorosos controles relacionados a tecnologia, a Trend tende a se mostrar um parceiro, interessado no cliente e no real problema da área que utilizará suas soluções.

Evidentemente essa filosofia bate de frente com uma mentalidade voltada para a mera maximização dos lucros para quem vende tecnologia, sem se importar com a insatisfação de quem pagou pelos serviços e não recebeu o que precisava. Trabalhar de forma exemplar para satisfazer tanto aqueles que precisam das soluções, quanto aqueles que cuidam do assunto em cada cliente tem revelado que é possível ser uma empresa diferente.

Para a Trend cada novo cliente é um novo desafio de consolidar o pensamento de que é possível entregar produtos que satisfaçam os usuários e que atendam aos requisitos tecnológicos de cada cliente.

Isso se fundamenta por alguns valores que estão arraigados em tudo que a Trend faz:


  • O cliente nem sempre tem razão, mas sempre é o cliente

    Muitas vezes o cliente tem uma ideia em mente, mas não consegue transpor para o papel suas necessidades e acaba passando uma solicitação que de fato não trará real ganho para o seu negócio. Em outros casos, desejos pessoais acabam trazendo ao projeto solicitações que resultarão em custos sem ganhos. A Trend entende bem que este assunto é delicado e procurar entender além do obvio e principalmente não se escora nestes pontos para conseguir ganhos mais altos, apostando no erro e cobrando pelo retrabalho. O objetivo é atender as necessidades e trazer soluções e não problemas.

  • A tecnologia existe para facilitar não para complicar

    Quando uma solução tecnológica tende a trazer mais trabalho ao cliente do que ele já está habituado a executar é um sinal claro de que o projeto não está bem desenhado. Qualquer sistema desenvolvido deve substituir, melhorar ou facilitar a situação de trabalho atual. Este pensamento rege a forma como a equipe de desenvolvimento desenha funcionalidades e constrói os sistemas.

  • O cliente precisa falar e ouvir na sua “língua”

    Não se trata de saber falar um idioma específico e sim de falar com o cliente na linguagem do seu negócio. Advogados tem seus jargões, paradigmas e métodos que podem diferir dos contadores que por sua vez são diferentes dos engenheiros e etc. A Trend procura se aprofundar no negócio de cada cliente para que, ao falar com os responsáveis pelos projetos, eles tenham a segurança de que não se trata de comprar um sistema e sim de adquirir uma solução.

  • Projeto bom é projeto entregue

    Por mais empolgante que seja o processo de concepção e desenho de um projeto, todos sabemos que o resultado final é o que conta. Por isso a Trend não se prende com meras formalidades e padrões burocráticos de mercado. O foco é na entrega e utilização das ferramentas. Por isso mesmo o modelo de contratação e remuneração de tudo que a Trend produz está sempre ligado ao benefício que o cliente passa a usufruir a partir do momento que pode fazer plano uso do produto ou serviço que contrata.


Ser diferente num mercado tão competitivo é um desafio enorme, mas a recompensa é muito maior do que simples resultados financeiros. O senso de dever cumprido e a satisfação em entregar um produto de qualidade tem um peso muito significativo e serve como incentivo e alerta para tudo que a empresa produz e entrega. É por isso que nos seus mais de quinze anos de existência a Trend Consulting permanece como empresa altamente eficiente e extremamente profissional, sendo reconhecida no mercado pelos seus clientes, parceiros e pelos próprios concorrentes.